Blog do Simeão

Novidades surgem por todas as áreas, principalmente em relação a computadores, que são uma das mais modernas e úteis ferramentas. Dicas para seu melhor uso são sempre bem vindas. A toda hora temos algo novo, tanto em equipamentos e acessórios (hardware) como em programas, aplicaticos e utilitários (software), bem como em outros equipamentos. Alguns tornam-se obsoletos antes de serem lançados no mercado, dado o aparecimentos de coisas melhores.

Minha foto
Nome:
Local: Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil

Topógrafo desde 1959 e Eng Agrônomo desde 1967. Georreferenciamento, medições e desmembramento de imóveis, Planos cotados e projetos de lavouras de arroz, canais e barragens de terra para irrigação. Diplomado em Geomensura pelo IFSC (1ª Certificação por competência no Brasil). Desenvolvedor de mapas vetoriais e colaborador do grupo Mapear. Técnico em informática há mais de 25 anos (Windows Xp, Vista, 7, 8 e Server, redes cabeadas e sem fio). Desenvolvi programas em Clipper e Visual Basic. Treinamentos em Word, Excel, AutoCAD Civil 3D 2011-12. Técnico em Pastoreio Racional – sistema do Vanoni (Argentina). Casado - com 4 filhos(as). Hobbyes: Fotografia, Teclado (Yamaha PSR-S910), Eletrônica e GPS. Piloto civil e Rais-amador. Idiomas: Espanhol e Inglês.

segunda-feira, fevereiro 20, 2017

Carregador La Crosse e as pilhas Eneloop

Em 03/08/2006 eu escrevi sobre o carregador de pilhas Sony e assuntos correlatos. Veja http://simeaogomes.blogspot.com.br/2006/08/carregadores-de-pilhas-e-baterias.html.
Recentemente encomendei dos EUA o carregador La Crosse BC-1000, que considero superior àquele Sony com display digital, sobre o qual escrevi naquela data.

Note, na ilustração acima, que esse carregador possui diversos botões de controle: 4 que permitem selecionar os compartimentos das pilhas (1-4 baias), e 3 inferiores, que permitem selecionar as funções disponíveis: CURRENT, DISPLAY e MODE.
Note o display digital LCD onde veremos as funções selecionadas pelo botão MODE, CHARGE, DISCHARGE, REFRESH e TEST, bem como os valores V, mA, h e mAh.
Em todas as funções dos Modos de operação, as baterias ficarão completamente carregadas ao final (Full).

  • Charge: Carrega as baterias recarregaveis (ele passará automaticamente para o modo gotejamento ou flutuação (trickle) após chegar à carga completa de cada bateria (full).
  • Discharge: Descarrega as baterias recarregáveis e depois carrega elas de uma só vez a fim de minimizar qualquer efeito de memória.
  •  
  • Refresh: Baterias serão descarregadas e recarregadas de 1 a 20 times (ciclos) ou até que o carregador não possa remover alguma carga adicional. A bateria receberá uma carga final até completar sua capacidade de carga. É recomendado para pilhas velhas que não estão carregando mais.
  • NOTA: 1 CICLO = 1 Carga + 1 Descarga.            Para velhas baterias recarregáveis (old) ou aquelas que não estão sendo usadas por um longo tempo, o Refreshing poderá recuperar essas baterias recarregáveis trazendo-as de volta à condição ótima. (Existem carregadores que possuem uma função Refresh, mas difere desse recurso do La Crosse).
  • Test: Baterias serão carregadas completamente (full), depois descarregadas para medir sua capacidade (medida em Ah/mAh) , e então recarregadas completamente (full).
    Este último modo CHARGE TEST é o que mostra a carga que a pilha está suportando. É o que chamamos teste da pilha.
    Primeiro irá carregar a pilha, depois descarregar e então carregar completamente.



Na ilustração anterior vemos os 4 modos usados simultaneamente em cada uma das quatro baias. Usamos o botão DISPLAY para mostrar o valor da carga em mA em cada uma delas. Poderemos clicar no botão de qualquer uma das baias e depois usar o botão display para mudar o valor mostrado no display LCD correspondente.
Ao ligar o carregador (primeiro ligue a fonte de alimentação bivolt numa tomada 110/220v e depois o cabo de alimentação DC 3,0v 4A na traseira do carregador), sem nenhuma pilha instalada, o display LCD mostrará o sinal null.
Depois de colocarmos de 1 a 4 pilhas, a função Charge iniciará automaticamente destro de 8 segundos, com uma corrente de 200 mA (modo default). Neste caso, uma ou mais pilhas AA ou AAA, a carga irá demorar mais de 10 a 13 horas - essa corrente é o que chamaríamos de carga lenta, e é a mais recomendada para a durabilidade de suas pilhas, especialmente as novas.
Ao iniciar a carga, o display mostrará a voltagem de cada uma das pilhas, como por exemplo "1.42v".


Resumo dos Modos e ciclos:
Charge            Ch                            Full
Discharge       Di, Ch                       Full
Refresh           Ch, Di, Ch, Di, Ch… Full
Test                   Ch, Di, Ch2                  Full
NOTA: Capacidade acumulada mAh é medida ao fim da descarga completa (Di). É a medida da carga total que uma pilha pode fornecer aos aparelhos. No caso do Charge, não obteremos esse valor.
Todas as funções terminam com uma carga completa (Ch), após a qual o carregador fica fornecendo uma pequena carga de flutuação ou gotejamento (trickle) a fim de manter a pilha completamente carregada, e o visor mostrará Full.


Botão DISPLAY permite alternar os valores mostrados no display,

  1. Press ione o botão DISPLAY para alternar entre os vários modos de visualização: Voltagem (V),   Corrente (mA), Tempo (hh:mm), Capacidade (mAh/Ah).
Funciona para cada uma (usar o botão da baia correspondente) ou simultaneamente para todas as pilhas instaladas.
O Manual de instruções está em pdf e pode ser obtido na Internet (apenas em inglês).
NOTA: Trickle charge (carga de gotejamento) serve para manter a carga da pilha em flutuação.



Botão CURRENT permite selecionar a intensidade da carga que queremos dar a uma ou mais pilhas. 


  1. Pressione o botão CURRENT dentro de 8 segundos depois da última ação (Mode) para selecionar a corrente de carga. (200, 500, 700 or 1000 mA).
    NOTA: 1500 & 1800 mA só poderão ser selecionados se apenas uma ou duas baterias estão sendo carregadas (baias 1 e 4 apenas).          
  2. Após 8 segundos desde o último botão ter sido pressionado, o display irá piscar uma vez e as baterias começarão a serem carregadas.
    NOTA: A corrente de carga não poderá ser mais alterada. Você poderá resetar a corrente apenas retirando todas as baterias e repetindo todos os passos.
Se você é um fotógrafo, por exemplo, e não tem mais pilhas de reserva para o seu flash externo (geralmente de grande consumo), poderá selecionar uma corrente de carga mais intensa, e deixar o carregador funcionando enquanto tira suas fotos.
Outro exemplo é o de necessitar dar uma carga intensa a uma pilha velha, a fim de tentar recuperá-la. Usando apenas as baias 1 e 4, o BC-1000 poderá dar uma carga de 1500 a 1800 mA, conforme citado na nota anterior. Cuidado com o aquecimento que isso pode provocar.
 

Capacidade de uma pilha recarregável AA ou AAA
Na embalagem de cada pilha veremos um valor, como por exemplo 2000 ou 2600. Esse valor é a capacidade da pilha, e muito poucos carregadores medem esse valor.
Capacidade acumulada mAh é medida ao fim de uma descarga completa, e mede a carga útil que uma pilha pode fornecer.




Qual a melhor marca de pilhas que existe?

As Pilhas ENELOOP são do tipo LSD (low self discharge - baixa auto desacarga - conservam a carga por mais tempo).

Embora elas sejam de 1.2 volts, a voltagem do display do La Crosse pode mostrar 1.46v. Com o uso, esse valor aumenta, e depois de alguns ciclos, baixa para 1.4, o que é bem próximo das pilhas alcalinas comuns, que é de 1.5 V.


NOTA: Algumas pilhas eram novas e ainda não tinham alcançado sua capacidade máxima (o que demora uns 4 a 5 ciclos).
Na embalagem mostrada a seguir, vemos que elas mantém 70% da carga por 10 anos!




Na ilustração acima, vemos um estojo plástico transparente, que permite manter suas pilhas classificadas em grupos de 4. No caso de alguns rádios antigos, lanternas e brinquedos, a solução é usar esses adaptadores ou separadores para o caso o tamanho das pilhas seja C ou D.

No 1º semestre de 2013, a Panasonic incorporou a marca Eneloop (criada pela Sanyo). A PANASONIC aproveitou o momento para lançar novos modelos das pilhas da linha Eneloop, com maior capacidade de recarga.
A nova Eneloop Convencional (pilha branca) da 4ª geração, modelo BK-4MCC, suporta 2100 recargas. A versão anterior da 3ª geração, modelo HR-3UTGB, suporta apenas 1800 cargas e a Eneloop lite, modelos BK-4LCC e BK-3LCC, pode ser recarregada 3000 vezes.

Onde comprar um carregador La Crosse?
Poderemos usar o eBay pela Internet, para adquirí-lo nos EUA, China e outros países.
Cuidado, pois compras na Amazon.com são taxadas de um imposto (Import Fees Deposit) ao redor de 100%. Mesmo que sua compra (total mais frete) não atinja U$S50,00, esse valor não será devolvido.
Algumas revendas incluem uma bolsa e adaptadores ou separadores para transformar uma pilha comum em tipos C ou D. Veja a ilustração a seguir.

Podemos também comprar as pilhas Eneloop da Panasonic bem como as caixas ou estojos plásticos. Nem todos os modelos poderão usar o frete internacional a fim de serem enviadas para o Brasil. É comum já estarem incluídas nas compras na Alemanha ou Inglaterra.











Marcadores: , , , , ,

domingo, fevereiro 05, 2017

Como bloquear e eliminar Malvares


 
Detectar virus, worms, Cavalos de Troia (trojans), spywares ou quaisquer outros tipos de programas ou malwares que possam prejudicar o seu sistema ou mesmo roubar os seus dados passou a ser uma necessidade de extrema urgência, não só para os usuários do Windows como do Androide.
Sim, agora celulares e tablets também estão sujeitos a ataques.

Antigamente bastaria instalar e manter atualizado um bom anti-virus (AVG, Avira, Karpersky, Avast, etc) e até mesmo fazer varreduras online, sem a necessidade de instalar um anti-virus. E não é só o problema de ter que estar atualizando e ser bombardeado por ofertas de venda de novas versões, mesmo em computadores onde instalamos uma versão gratuita.
Atualmente basta instalar o Windows 8 (7, 8.1)  que já inclui seu antivírus Windows DEFENDER, o qual se encarregará de evitar parte dos ataques.
A melhor solução é o KASPERSKY em https://free.kaspersky.com/.

Limpar os Cookies
Veja em http://simeaogomes.blogspot.com.br/2013/05/configurar-o-windows-8-painel-de_28.html o parágrafo sobre Limpeza do Registro e do Disco.
Quando abrimos uma página da Internet, seus autores instalam - mesmo sem nossa autorização, os malditos COOKIES que invadem nossa privacidade mandando informações sobre nossos hábitos e preferências.
Eu utilizo o AML Free Registry Cleaner para eliminá-los e também efetuar outras limpezas (Arquivos Temporários, Temporary Internet Files, Recent e os Cookies).
É o complemento ideal do SpyHunter4 para obter um Windows limpo. Veja mais e download da versão 4.25 em http://www.amlsoft.com/.

Com a evolução da Internet a coisa foi ficando muito complicada para todos os usuários. A toda hora somos enganados a fim de instalar barras de ferramentas como a do Ask e muitas outras drogas totalmente desnecessárias. O antivírus Baidu costuma se instalar sem a gente pedir e só pode ser removido pelo Adicionar/Remover programas do Painel de Controle.

Quando instalei o SpyHunter4, pude verificar que muitos computadores possuíam centena de invasores (alguns clientes tinham mais de 3000 invasores), mesmo com o Avira instalado e atualizado.
Não é gratuito e pode ser obtido em http://www.spyhunter4download.com/.
A versão atualizada 4.17 custa US$ 39,99. Quando abrimos a opção comprar e saímos, teremos uma página perguntando o motivo do não comprar indique que desejava uma versão mais barata. Aí recebi a oferta de US$ 10,00 válida para 6 meses. Ao comprar forneci meu e-mail e nome completo. Recebi por e-mail a senha para ativar o SpyHunter.

Fiz um teste em meu notebook e instalei o The KmPlayer do site SOFTONIC (Cuidado) e, como resultado, o SpyHunter4 detetou 1602 invasores (Mobogenie, Qone8, SupTab e muitos outros). Em muitos desses computadores tive que fazer busca manual no Registro do Windows, em diversas pastas do Arquivo de Programas do Windows e em pastas dos Usuários pois o SpyHunter 4.11 não conseguia eliminá-los.
Com a nova versão 4.19.13.4482 a limpeza foi mais rápida e eficiente.
Primeiro ele faz uma varredura da Memória do Windows, depois do Registro e finalmente nos arquivos do HD e de pen drives.
Note na ilustração anterior, que o SpyHunter classifica os invasores em categorias Alta (High), Média (Medium) e Baixa (Lowest), dando orientações de como eles atuam (em inglês). Alguns podem atacar centenas de locais. Entre eles temos o Mobogenie, Qone8, SupTab (PluginService.exe), Softonic Search/Toolbar, HackTool Win32/Keygen e muitos outros.

No painel da esquerda use a opção Custom Scan para marcar a varredura em todas as partições do seu HD (Fixed drive ou disco rígido), pen drives, cartões de memória e HD externos (Removables ou discos removíveis).
No mainel da esquerda temos muitas outras opções. Em Settings temos como informar nosso e-mail e senha de usuário.
Ao instalar o versão atual, poderemos fazer a varredura e ver se nosso computador está infectado.
Para efetuar a limpeza, teremos que comprar esse programa, que custa US$ 39,99.
Ao pedir para desinstalar, poderemos receber uma página onde indicar que queremos uma versão gratuita. Provavelmente aparecerá a oferta por US$ 10,00.
A licença é válida para 6 meses.

RESUMO e recomendações
Recém comprei um Notebook que já veio com o Windows 8.
1.- Fiz um backup da partição C: usando o DriveImage XML
2.- Atualizei e verifiquei a ativação do Windows Defender e desinstalei outros antivírus
3.- Instalei o SpyHunter4 usando a mesma cópia que eu havia adquirido para um outro computador.
4.- Instalei e executei o AML Free Registry Cleaner
 
Existe outra opção?
Mesmo com o nosso Antivírus instalado e atualizado, ele poderá não encontrar vírus ou esses programas espiões (Malvares).
Uma das soluções seria usar o HijackThis 2.0.4 da TrendMicro, mas ele não é dos mais fáceis de usar. Veja orientações no site da Canaltch em: http://canaltech.com.br/tutorial/seguranca/Usando-o-HijackThis-para-o-escaneamento-avancado-de-spywares/#ixzz31tCztLv6

No site da TrendMicro, encontrei o HouseCall,  que permite ser usado. Online e que encontrou mais um invasor - ADW SUBTAB, depois que o SpyHunter4 havia eliminado todos os problemas.
Poderemos inclusive salvar seu instalador HousecallLauncher.exe (1956 KB) baixando-o de http://housecall.trendmicro.com/uk/index.html#_ga=1.29839992.691082057.1400241765 onde temos as opções de 32 e 64 bits que poderão ser executadas diretamente da Internet.

 
A opção FIX do HouseCall elimina, exigindo que o computador seja reiniciado.

Uma excelente opção é usar o Panda Cloud Cleaner - http://www.pandasecurity.com/brazil/homeusers/solutions/activescan/.
Mesmo usando o SpyHunter 4.17, o Panda encontrou problemas na segurança.


Na ilustração a seguir vemos alguns dos Malvares encontrados pelo Panda, mesmo com o SpyHunter 4.11 instalado e atualizado.
A versão atual do Panda Cloud Cleaner é a v.1.9.102.

Note que algumas opções de remoção estão desmarcadas. Eu marquei todas clicando nas caixas de seleção.A seguir temos aquela opção Advanced Tools.
 

Navegadores podem estar contaminados

Clicar com o botão direito do mouse no ícone do seu navegador e selecione Propriedades.

Em destino deverá encontrar apenas "C:\Program Files\Internet Explorer\iexplore.exe".
Se tiver mais, como por exemplo "http://........", deverá eliminar isso. É uma forma de ataque que obriga ao seu navegador carregar a página de busca que causará invasões.
O mesmo vale para o Chrome e para o Mozila.
Cuidado com os atalhos desses navegadores que estão fixados na barra de tarefas. Desafixar e criar um novo atalho depois de fazer a limpeza.
 
Ao abrir o Internet Explorer configurado com a página https://www.google.com.br poderá aparecer outras páginas de busca, como por exemplo a do QOne8. É sinal de que seu computador está contaminado.
Existem muitas outras páginas de busca que substituem essa do Google, mesmo sem havermos permitido sua instalação. É o caso do Hao 123.
 
Como excluir o Hao 123 definitivamente
Vale para o Firefox, Chrome e Internet Explorer
O Hao 123 é uma aplicativo conhecido como browser hijacker (sequestro de navegador de internet), que quando instalado altera automaticamente as configurações dos navegadores como o Chrome, Firefox e o Internet Explorer
Nesse site vemos muitas orientações.
Antes de tudo abra a janela do seu desktop ou Área de Trabalho, clique com o botão direito do mouse no(s) atalho(s) do navegador Internet Explorer, Google Chrome e Firefox Mozila e depois selecione Propriedades.
Em Destino, deixar apenas o seu navegador "C:\Program Files\Internet Explorer\iexplore.exe" e remova tudo o que está à direita, como por exemplo "http://...".
Essa ilustração está no blog da Visualdicas indicado anteriormente.
É assim que muitos malvares contaminam seu navegador, obrigando-o a abrir sites de busca e outros locais perigosos.
 
NOTA: existem outras opções nos Antivírus não gratuitos e que possuem opções de prevenir o ataque de programas espiões.
 


Marcadores: , , , , , , , ,

quinta-feira, outubro 20, 2016

Permissões a Usuários em Arquivos e pastas


Quem vive no Brasil já deve estar acostumado com a Roubalheira IMPUNE do Governo (Primeiro e demais escalões). No seu computador a bagunça está aumentando. Os Cookies roubam suas informações e sem sua autorização ou consentimento. Chegou ao ponto em que passei a LIGAR O MODO AVIÃO para poder trabalhar de forma mais segura.

Quem trabalha com aplicativos como o Autodesk Civil 3D, Photoshop CS6, Encore 5 e outros, pode ficar fora da Internet por muito tempo. Podemos usar o Celular ou um Tablet para as comunicações (WhatsApp, Facebook, etc) e deixar o computador de fora dessa bagunça.

Inúmeras vezes eu recebi a mensagem de que eu não estava autorizado a fazer algo. Resolvi estudar esse assunto e vi que meu nome de usuário não estava entre as Permissões.

Resolvi fazer um passo a passo que ajudasse a resolver esse problema.

Abra o Windows Explorer e procure as pastas onde estão seus arquivos pessoais. Eu costumo criar uma partição D: e depois mover para a mesma, aquelas pastas Meus Documentos, Downloads, Imagens, Vídeos e outras que são criadas na pasta C:\Usuários\.

Re-instalei meu Windows 8.1

Antigamente bastava re-instalar e começar tudo do zero, formatando a partição C:. Isso ficou mais seguro pois tenho todos os meus arquivos e pastas na D:.

Ao começar a instalação usando um Cd, a Microsoft tenta se adonar do campinho pedindo um nome de e-mail. Deixo em branco, crio um nome de usuário Local e desligo tudo, pois não quero nenhuma atualização. Mesmo quando eu usava senhas complexas e dava todos os poderes para a Microsoft, bastava entrar na Internet e a segurança não era boa. Meu Windows passava fazendo atualizações.

Quem se adonou dos meus Arquivos e pastas?

Ao exibir as propriedades das minhas pastas (aba Segurança) eu notei que meu nome de usuário não estava entre as pessoas autorizadas. Que fazer?

Comecei clicando com o botão direito do mouse na pasta D: e selecionando a opção Propriedades.

Não adianta ficar arrumando lugares isolados. Parti para arrumar TUDO. Fiz a mesma coisa na partição C: onde eu instalei o meu Windows e depois naqueles HD externos e PenDrives. Tudo isso vale para o Windows 7, 8 ou 10.

Abra o Windows Explorer e clique na pasta C:. Mesmo que você tenha marcado aquela opção þ Exibir Arquivos Ocultos mas não encontre alguns arquivos do Windows, eles existem, só que o Windows Explore os mantém escondidos. Procure o arquivo Recycle.bin (Lixeira) e outros.
A melhor forma de localizá-los é usar uma ferramenta de terceiros chamada Everything, da VoidTools. Fiz uma busca no Google e encontrei a versão adequada ao meu Windows 64 bits.
Mais adiante fornecerei mais detalhes. Por enquanto, basta mudar as permissões em todas as pastas de uma partição. Os mesmos passos servirão para quando se trata de uma subpasta ou de um arquivo ou grupo de arquivos.

   

1.-        Clicar direito em C:

 
Note que, em Nomes de grupo ou de usuário não inclui o seu. No meu caso eu usei Simeão sem indicar meu nome de email ou Celular. Note que ele não está nessa lista.
Eu usei a ilustração das permissões em uma outra pasta (Autodesk) mas vale para a C:.

2.-   O próximo passo é fazer essa inclusão. Clique no botão Editar e depois em Adicionar, conforme mostrados nas ilustrações a seguir.
3.-   Clique no botão Avançado, e depois em Localizar Agora.
 
 4.-   Localize seu nome de usuário – Simeão no meu caso. Clique nele selecionando-o.




5.-   Caso tenha mais de um nome de usuário, mantenha a tecla CTRL enquanto clica nos outros. Uma vez feita a seleção, clique no botão OK. Depois clique em OK para fechas a janela Selecionar Usuários ou Grupos mostrada a seguir.

      Veja na ilustração seguinte, que seu nome já foi acrescentado à lista, mas as caixas de seleção o Controle Total e outras estão desmarcadas. Clique em Controle Total e as demais ficarão também þ selecionadas, da mesma maneira que em Leitura.
6.-   Depois disso, clique em Aplicar e em OK. Irão aparecer mensagens dizendo que você está prestes a alterar permissões. Clique em Sim para continuar. Essas alterações serão aplicadas na pasta selecionada e em suas subpastas. Algumas delas você não terá permissão e fazer alterações e seria necessário alterar suas permissões individualmente. Clique em Continuar até terminar.


7.-   Existem outros usuários, como por exemplo os Usuários Autenticados e outros. Selecione-os usando a tecla Ctrl de for mais de um e depois clique no botão Remover.

 8.-   Entre os arquivos mostrados nessas mensagens, tem, aquele com o nome Hibernate.sys. Eu não estava usando a hibernação mas ele estava entre os arquivos criados pelo Windows no C:.

Existe um comando oculto da Microsoft, que permite desligar essa opção. Para usá-lo, teremos que abrir aquela janela preta do Prompt de Comando.

Basta clicar com o botão direito do mouse no botão Iniciar. Clique direito em Prompt de Comando e seleçione a opção Executar como Administrador.

Nessa janela preta, digite powercfg.exe /hibernate off, e depois pressione o [Enter].

Pressione novamente o [Enter] para fechar a janela do Prompt de Comando.

8.-   Voltando às nossas Permissões, é necessário efetuar as Configurações Avançadas. Naquela janela Segurança, após ter incluido o seu nome e as permissões, especialmente a de Controle Total, clique no botão Avançado.

Selecione o seu nome conforme mostra a ilustração acima e depois, clique naquele atalho em azul Alterar que fica na parte superior, a fim de mudar o Proprietário da pasta C:.

Clique em Aplicar e depois em OK.

Clique em Salvar alterações.

 



 

9.-   Mas ainda não Terminou. Falta abrir a aba Acesso Efetivo que que fica na janela Configurações de Segurança Avançadas.

Na ilustração a seguir vemos nosso nome como sendo Proprietário, mas depois é necessário clicar em Selecionar um Usuário. Mais uma vez teremos que localizar nosso nome e depois Aplicar e OK.

Na janela a seguir eu usei uma ilustração da alteração do arquivo winhlp32.exe que permite visualizar Ajudas em 32 bits. Faça o mesmo na sua pasta C:.

 


 

10.-   Depois de tudo, eu alterei aquelas pastas das Lixeiras Recycle.bin, citadas anteriormente.

Se aparecer uma mensagem como a seguinte, clique em Sim para esvaziar a mesma.

 


Marcadores: , , , , , ,